A Revista UNIVERSITAS, da Faculdade Santa Lúcia, recebeu na última Classificação de periódicos feita pelo Sistema Qualis (quadriênio 2013-2016), o estrato B4. Esta conquista é extremamente importante, pois coroa o esforço de dez anos de trabalho da Faculdade Santa Lúcia. São 19 edições publicadas semestralmente, sendo que até a 10ª edição o suporte era exclusivamente impresso (ISSN 1984-1213), e a partir da 11a, passou a ser publicado somente no Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) (ISSN 2318-5589), facilitando a editoração dos artigos e a circulação aberta do conhecimento.

O Qualis constitui-se num sistema de avaliação de periódicos, mantido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no Brasil, que relaciona e classifica os veículos utilizados para a divulgação da produção intelectual dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), quanto ao âmbito da circulação (local, nacional ou internacional) e à qualidade (A, B, C), por área de avaliação. No Brasil, as revistas acadêmicas são catalogadas por Qualis (critério de avaliação do MEC/CAPES), da seguinte forma: A1, A2, B1, B2, B3, B4, B5 e C. O Qualis afere a qualidade dos artigos e de outros tipos de produção, a partir da análise da qualidade dos veículos de divulgação, ou seja, dos periódicos científicos. “A classificação desses periódicos é realizada pelas áreas de avaliação e passa por processo anual de atualização. Na prática, esta qualificação confere à Faculdade o reconhecimento do trabalho que vem desenvolvendo em suas áreas de atuação, já que é um indicador de produção científica”, explica a Profa. Dra. Maria das Graças Costa Gonçalves, Editora da Revista UNIVERSITAS.

A Revista UNIVERSITAS, que publica material multidisciplinar das áreas de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Sistema de Informação e Serviço Social (e futuramente das áreas de Engenharia da Produção/Computação e Psicologia, novos cursos da Faculdade Santa Lúcia), é resultado de parceria entre professores e alunos da Instituição. Nela são divulgados artigos científicos resultantes de Trabalhos de Conclusão de Curso, de Iniciação Científica e também contribuições de outras Instituições de Ensino Superior. Todo o processo de preparo da versão final é desenvolvido sob a coordenação de um editor, assistido por um conselho editorial e também por pareceristas técnicos. O processo de avaliação utilizado é o blind review ou revisão às cegas, no qual a identidade de autor e de revisor técnico é mantida em sigilo, objetivando uma análise isenta dos artigos analisados.

Com a recente qualificação, este trabalho será naturalmente potencializado, propiciando maior captação de material e alavancando a produção e divulgação de conhecimento científico. Assim, a Faculdade Santa Lúcia cumpre sua função como Instituição de Ensino Superior: produz conhecimento com qualidade e com o envolvimento da comunidade acadêmica intra e interinstitucional, valoriza seu corpo discente e docente, e engrandece a comunidade na qual está inserida.